A família do cabelereiro Jorge Alexandre Hattene, de 33 anos, busca informações sobre o paradeiro do rapaz, que desapareceu nesta segunda-feira (21), após sair para comprar um celular. O fato já foi comunicado à Polícia Civil, por meio de boletim de ocorrência, registrado nesta terça-feira (22).

Conforme Rodrigo Hattene, irmão de Jorge, o cabelereiro saiu de casa, no bairro Aero Rancho, na tarde de ontem. “Meu pai deixou ele na agência do Sicredi, na avenida 14 de julho e depois ele foi até um cyber, que fica em frente a galeria onde ele trabalha, na Rui Barbosa”, contou Rodrigo.

Após sair do cyber, Jorge seguido até o shopping Norte Sul Plaza. “Ele estava sem celular desde sábado, porque havia perdido, então saiu para comprar um celular”, explicou. Neste tempo, já no shopping, Jorge teria entrado em contato com a mãe. “Ele ligou no celular do meu pai e falou com a minha mãe eram umas 18 horas. Ele estava chorando, depois não foi mais visto e o celular só dá desligado”.

O cabelereiro usava o número da mãe, já que estava sem seu celular. “Ele também estava sem documentos, porque havia perdido a carteira”, informou o irmão. “Ele não é de fazer isso, nunca sumiu e ficou sem avisar assim”, lamenta Rodrigo. Jorge saiu de casa usando uma camiseta azul, short cinza e chinelo.

Sem notícias, a família decidiu comunicar o desaparecimento para a Polícia Civil. O caso já foi registrado e será investigado pela DEH (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Homicídio). (MidiaMax)

Comentários do Facebook