O vereador Fabio Luis (Republicanos) encaminhou indicação ao Poder Executivo sugerindo abertura dos parques e praças públicas para prática de atividade física. O parlamentar defende a medida elencando estudos que comprovam a contribuição de uma rotina de exercícios para prevenção do agravamento da Covid-19.

Segundo Ricardo Amorim, médico e preceptor da Residência de Nefrologia do Hospital das Clínicas da UFPE/Ebserh/MEC, com participação no estudo ‘A relevância de um estilo de vida ativo físico e aptidão física na defesa imunológica: atenuação da carga de doença, com foco nas consequências da Covid-19’, publicado no jornal científico Frontiers in Immunology, “o sedentarismo é uma das condições que agravam a Covid-19 por manter o corpo inflamado. Essa inflamação crônica presente também em obesos, renais crônicos e diabéticos compromete a resposta imunológica, favorecendo não só a infecção pelo vírus, como também a hiperinflamação, responsável pela gravidade da Covid”.

Os espaços públicos de Dourados estão fechados por decreto há pelo menos um ano, após o surgimento dos primeiros casos de contágio ao coronavírus. A medida da gestão visa impedir que as pessoas utilizem esses locais para aglomerações, no entanto impede também que sejam utilizados de forma consciente por aqueles que buscam exercitar-se ao ar livre.

“Não obstante ser a prática do exercício físico fundamental para a melhora da saúde e bem-estar da população, os parques públicos do Município estão há muito tempo fechados, sem qualquer previsão de abertura para o acesso de pessoas que queiram e precisam praticar atividades físicas ao ar livre. Ao mesmo tempo, observa-se que empreendimentos particulares destinados à prática de atividade física, como academias, já estão liberados para funcionamento, o que impõe também a abertura dos parques públicos do Município”, afirma o documento encaminhado pelo gabinete do parlamentar, ressaltando a importância da isonomia nas decisões adotadas pela gestão.

Fabio Luis destaca ainda, que para cumprimento da sugestão, será preciso atenção com o estado de manutenção dos parques e praças públicas.

“Além da abertura, é indispensável também ações consistentes na reparação da iluminação, corte de grama e demais reparos que possibilitem o acesso da população, posto que hoje muitos parques estão abandonados e sem qualquer manutenção regular”, finaliza o parlamentar.

Comentários do Facebook