Formado em farmácia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Júlio Augusto Bueno Miranda, de 27 anos, foi contratado no local onde fez seu primeiro estágio pelo Programa Vale Universidade: o Hemosul Coordenador, em Campo Grande.

Júlio Augusto ingressou na universidade em 2012, mesmo ano em que foi selecionado para o Vale Universidade. Até 2016, quando se formou, o então acadêmico passou por diversos lugares, até a sua última experiência como estagiário na Santa Casa de Campo Grande. “Foi muito bom! Aprendi muito com esse estágio e influenciou na minha especialidade: hematologia e hemoterapia”, disse.

Depois de terminar seu período de estágio, Júlio foi contratado como farmacêutico bioquímico na Santa Casa. Em julho deste ano, o jovem farmacêutico retornou para o lugar onde deu seus primeiros passos na profissão. “Brinco e digo: o bom filho a casa torna”, disparou.

Agora, no Hemosul Coordenador, Júlio tem a oportunidade de ensinar os novos acadêmicos, também do Vale Universidade, que iniciaram seus estágios.

Novos beneficiários

Neste mês, os acadêmicos selecionados no Processo Seletivo 2021 do Vale Universidade e Vale Universidade Indígena iniciaram seus estágios. Ao todo, 590 universitários beneficiados nesta edição. É o caso de Tatielly Samila da Silva Carlos, que cursa Nutrição. Para a universitária, essa é uma das maiores conquistas de sua vida. “Hoje em dia é complicado pagar mensalidades de uma graduação, ainda mais no momento que estamos vivendo de pandemia, ter sido aprovada nesse momento tão tenso foi maravilhoso porque o programa ajuda muito na questão financeira, ainda mais na minha casa, onde somente meu pai arca com as despesas. O Vale, ao mesmo tempo em que realiza o sonho de me formar em Nutrição, também ajuda muito minha família no financeiro”, conta.

A coordenadora do Vale Universidade, Karla Sandim, explicou que esse foi o primeiro processo seletivo virtual. “Um grande desafio treinar toda equipe e também acompanhar cada etapa na forma virtual. O empenho, atenção e revisão dobraram. Ligações e e-mails que de costume não fazíamos, esse ano fizemos para que cada acadêmico não deixasse de anexar alguma documentação. Prazos foram estendidos e o início de estágio adiado, respeitando o Decreto de 14 dias de restrições do governo para contenção do avanço da Covid-19 em junho. Manter o repasse financeiro do benefício mesmo em períodos de suspensão do estágio e ainda ampliar o ingresso de novos acadêmicos mostra o compromisso do governo em continuar auxiliando acadêmicos de baixa renda que não possuem condições de arcar com as despesas de sua formação superior”, disse.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre, considera este um passo importante para o futuro profissional. “O início nos locais de estágio é uma grande conquista para nossos acadêmicos. É, sem dúvida, um importante passo rumo ao futuro profissional. Uma oportunidade como o Vale Universidade muda, para melhor, a realidade de muitas famílias sul-mato-grossenses todos os anos. É por isso que o Governo do Estado, por meio da Sedhast, olha com tanto carinho para esse programa. Aproveito para desejar muito sucesso para esses acadêmicos e reforçar que a equipe da Sedhast está à disposição para auxilia-los nesta caminhada”, pontuou a secretária.

Comentários do Facebook