O militar, de 65 anos, enfrentou problemas pulmonares graves em decorrência do novo coronavírus. Ele estava internado desde dezembro

O general da reserva Geraldo Antônio Miotto, ex-comandante militar do Sul, morreu nesta quarta-feira (20/1) vítima de Covid-19, aos 65 anos. Nas últimas semanas, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Miotto foi internado com um quadro clínico relativamente grave, no início de dezembro, no Hospital Militar de Área de Porto Alegre. Com o passar das semanas, o general teve os pulmões comprometidos, ainda que mantivesse a prática regular de exercícios e boa alimentação. Com a piora do estado de saúde, Miotto foi transferido para Canoas, na UTI do Hospital da Aeronáutica. Apenas nos últimos dias de vida esteve sob cuidado médico no Hospital de Clínicas da capital do estado.

O general ingressou na carreira militar em 1972, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em São Paulo. Entre as diversas posições que ocupou no Exército brasileiro, Miotto foi Comandante Militar da Amazônia e Comandante Militar do Sul. Na trajetória, chegou ao posto de general de Exército.

Com o posto de Comandante Militar do Sul, Miotto chefiou, pelo menos, 50 mil militares, nos três estados da região. O general também atuou no cenário militar internacional, como oficial de ligação junto ao Comando dos Institutos Militares, em Buenos Aires, Argentina.

As informações são do portal GZH.

Comentários do Facebook