A jovem brasileira de 22 anos, Sheiza Ayala, morreu após se submeter a procedimento estético em uma clínica clandestina em Pedro Juan Cabellero, cidade paraguaia fronteiriça com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul.com P. Sheiza chegou a ser socorrida, mas chegou à unidade brasileira em estado grave e não resistiu.

Sheiza foi até a clínica no sábado (12), onde supostamente passou por procedimento para aplicação de hidrogel. O produto é usado para aumento de volume em regiões com glúteos e coxas.

Ela começou a passar mal no dia seguinte e foi internada. Inicialmente a jovem foi levada para a unidade hospitalar do lado paraguaio da fronteira, mas com a gravidade do estado de saúde fez com que fosse transferida para o Hospital Regional de Ponta Porã. Sua morte foi confirmada na quinta (17).

(Carlos Deanhaiha, Folha de Dourados)

Comentários do Facebook