Nilson Santos

José Henrique Marques –

A deputada federal e virtual candidata a governadora, Rose Modesto, quer que seu vice seja de Dourados e pelo menos um nome já foi sondado: o empresário gráfico e presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACED), Nilson Aparecido dos Santos. Por hora, ambos são do PSDB.

O nome dele surgiu durante reunião ocorrida no sábado (05), na residência da vereadora Daniella Hall (PSD), da qual participaram também, além da pré-candidata, o ex-vice-prefeito de Dourados, Carlinhos Cantor (PL), e o ex-secretário de Estado de Infraestrutura Marcelo Migliori, que deverá ser o coordenador-geral da campanha.

Nilson Santos tem o perfil daquilo que o estafe de Rose Modesto julga o ideal: é de Dourados, é empresário bem relacionado na cidade e na região, nunca disputou cargo público e tem reputação ilibada. Seria um novo nome na política do Estado.

O empresário foi procurado por um emissário da pré-candidata. Surpreso com a sondagem, ele consultou o presidente municipal do PSDB, Valdenir Machado.   

Caso prospere a articulação e Nilson Santos aceite o convite, ele deixará o PSDB, onde é um dos mais antigos filiados em Dourados. Uma das alternativas é o Podemos, que já anunciou que marchará junto com Rose Modesto no processo de sucessão de Reinaldo Azambuja.

Rose Modesto aproveitou a vinda na região a fim de lançar a pré-candidatura em Culturama (distrito de Fátima do Sul onde nasceu e viveu até os 08 anos) ocorrida no final da tarde daquele sábado, para, antes, contactar lideranças em Dourados. Ela esteve na residência do vice-governador Murilo Zauith (União Brasil).  

A deputada, que se filiará ao União Brasil, pediu apoio do vice e ouviu dele que esperará até 02 de abril.

Murilo aguardará os desdobramentos da janela partidária e do cenário que se vislumbrará com as desincompatibilizações, certamente de olho nos movimentos do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD).

O prefeito da Capital ensaia candidatura ao Governo e o governador ainda aventa a possibilidade, embora remota, de disputar uma das 08 vagas do Estado na Câmara dos Deputados. No caso de Reinaldo, quem assume é Murilo por 08 meses, tempo suficiente para preparar eventual reeleição e ser adversário de Rose Modesto nas eleições de 02 de outubro.

Comentários do Facebook