Reinaldo, André e Marquinhos

Pesquisa revela cenário de incertezas a 5 meses das eleições

pesquisa eleitoral da Ranking MS-09961/2022 e BR-01171/2022, divulgada no domingo (8.mai.22) mostra que os 4 principais nomes para governar Mato Grosso do Sul de 2022 a 2026 estão praticamente ‘embolados’ a 5 meses das eleições, que acontecem em 2 de outubro.

Conforme a amostra, o ex-governador de MS, André Puccinelli (MDB) está liderando na pesquisa espontânea, com a diferença de menos de 1% para o segundo colocado, Marquinhos Trad (PSD), que está com 15,20%.  Rose Modesto (União) vem encostada em 3º lugar, com 12.30%. Eduardo Riedel (PSDB) está no 4º lugar, com 10% das intenções de votos. Eis a íntegra

Quando na pesquisa estimulada — que apresenta os nomes dos candidatos aos entrevistados — Puccinelli conquista 21.20% das intenções de votos; Marquinhos segue apertando, com 20% das intenções de votos. Rose conquista 17%30 das intenções de votos, sustentando o 3º lugar com a diferença de 2 pontos para o 4º colocado, Riedel, que aparece com 15.50% na estimulada. 4% votariam em Capitão Contar (PRTB) e 1.70% votariam na advogada Giselli Marques (PT). 20.30% dos entrevistados sul-mato-grossenses não souberam, não responderam ou pretendem votar nulo ou branco, revela a pesquisa.

Ranking: Marquinhos Trad cola em André Puccinelli
(Terenos – MS, 14/05/2021) Palavras do Presidente da República Jair Bolsonaro. Fotos: Marcos Corrêa/PR

Numa 2ª mostra estimulada — tirando a petista Giselle Marques da corrida — os números ficam assim: Puccinelli com 21.40%; Trad com 20.10%; Rose com 18%; Riedel com 16.30% e Capitão Contar com 4.10%. Nesse cenário, 20.10% dos entrevistados sul-mato-grossenses não souberam, não responderam ou pretendem votar nulo ou branco. 

Num 3º cenário, em que se retira também Capitão Contar da corrida eleitoral, deixando os 4 principais nomes, os números ficam assim: Puccinelli lidera com 22.40% das intenções de votos, seguido de Trad que consquista 21.30%; Rose conquista 19.10% e Riedel conquista 17% dos votos.  

Quando a Ranking pergunta quem entre os candidatos acima o eleitorado mais rejeita, André Puccinelli também lidera, com 22.50% de rejeição. Logo atrás dele, Marquinhos Trad é o 2º mais rejeitado, com 15% de rejeição. Capitão Contar é o 3º mais rejeitado para o pleito, inclusive, a rejeição dele é maior que a porcentagem de votos. Contar tem 5.50% de rejeição. A 4ª mais rejeitada é a petista Giselli Marques, ela tem 5.20% de rejeição, bem maior que seu índice de votos. A 5ª mais rejeitada é Rose Modesto, que tem 3.50% de rejeição. Um indicativo positivo para Riedel é sua baixa rejeição. O ex-secretário de governo tem apenas 3.20% de rejeição. 45.10% dos entrevistados não souberam, não responderam ou pretendem votar nulo ou branco, no caso de ter que indicar um que mais rejeita. (Tero Queiroz/MS Notícias).

Comentários do Facebook