Elairton Gehlen – escritor –

Hoje, vi na televisão que se deve economizar energia elétrica porque os preços aumentaram. Quase me incomodei. Deixei para lá, afinal o sistema político e econômico é liberal e nesse modelo de governo, cada um ter liberdade de fazer como quiser. O governo diz que a culpa é de São Pedro que tomou a liberdade de não mandar as chuvas necessárias para encher os reservatórios, assim, além de economizar luz também se deve economizar a água. Aí tudo faz sentido, o segredo é não tomar banho! 

O que eu não entendi bem foi a atitude de São Pedro. O Brasil está sob o comando de um governo terrivelmente evangélico, que se diz fiel seguidor da palavra divina e de todos os seus preceitos. Sendo São Pedro o chefe da portaria do Céu, certamente conhece muito bem a literatura celestial e, sendo ele mesmo o comandante das torneiras, deixa nosso país, terrivelmente evangélico, sem as chuvas temporais e até mesmo a serôdia. Haveria de São Pedro ter reivindicado cargo no governo e o Centrão recusado? 

Mesmo o presidente tendo dado mostras, em tempos pretéritos, de que seria ele quem manda, agora, na prática já não manda mais. O presidente, no caso, o da Câmara dos Deputados, o Arthur Lira é, de fato, o chefe de governo. Nem sei porquê escrevi deputados com letra maiúscula. Teria ele dado um golpe de estado e deixado uma figura decorativa no planalto? Bem, pelo menos em termos de nomeações de assessores disso, daquilo e daquiloutro parece que sim, o Lira indica e o Bolsonaro diz sim, sim e assina a nomeação com a caneta Bic. 

No dia da Independência, os dependentes agro negociantes vão à Brasília dar seu grito de dependência! Nunca antes neste país se distribuiu tanto dinheiro a pessoas tão ricas! Não vi os termos do acordo entre governo e o agronegócio, mas suponho que talvez se ofereça um carguinho qualquer ao chefe da chuva. Talvez uma filiação ao PP com promessa de vultosos recursos do fundo eleitoral, sei lá. Se não tiver acordo desse governo com a equipe de São Pedro, o agronegócio sai do apoio, isto é certo. Não adianta financiamento barato e preço alto de mercado se não tiver produção! 

E a televisão noticiou outra vez que é necessário economizar energia. Fez até uma reportagem mostrando uma casa de pessoas bem pobres que só tem duas lâmpadas dentro de casa e, se desligarem uma, não tomarem banho e nem abrirem a geladeira mais que duas vezes no dia, então o governo dará um desconto na conta de energia.  

As pessoas mais pobres precisam economizar, disse o repórter, para que não falte para os ricos que precisam ligar o ar condicionado para ter conforto para sua família, seja de dia ou de noite. Ah, isso o repórter não disse! 

Comentários do Facebook