Barbosinha e Valdenir Machado

Depois de uma longa construção política a chapa Barbosinha e Valdenir será oficializada neste sábado (12) nas convenções do DEM e do PSDB. Também hoje, outra importante legenda no arco de alianças que está sendo formado em torno do candidato do Democratas, o MDB, reúne filiados no hotel Bahamas para sacramentar a união.

Nesta manhã, às 10 horas, o PSDB fará sua convenção na escola Presidente Vargas, e às 14 horas, é a vez do DEM na Câmara de Vereadores.

A chapa DEM-PSDB, a ser homologada em transmissão ao vivo pelas redes sociais, terá a presença das principais lideranças locais e do Estado, como o vice-governador Murilo Zauith, presidente estadual do Democratas e o secretário estadual de Articulação Política, Sérgio de Paula, presidente regional do PSDB.

Também confirmaram presença os deputados Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, Zé Teixeira (DEM), secretário geral do partido no Estado, Herculano Borges (Solidariedade), presidente estadual da legenda aliada, Marçal Filho e o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, entre outros.

Havia expectativa também da presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que no início da manhã esteve em Dourados assinando a ordem de serviço para a nova sede do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), no município. Mas, por questões de agenda, o governador retornará ainda pela manhã a Campo Grande, depois de visitar Caarapó.

Pela robustez dos partidos em MS, das lideranças, do tempo somado no horário eleitoral e dos recursos do fundo eleitoral destinados às legendas desta aliança, a chapa Barbosinha e Valdenir Machado larga na frente na corrida pela sucessão da prefeita Délia Razuk (PTB), que não disputará a reeleição.

Até quarta-feira (16) que vem, último dia permitido pela legislação eleitoral para a definição de candidaturas, o deputado Barbosinha segue em entendimentos com as demais forças políticas da cidade, visando a construção de um projeto que seja capaz de promover a retomada do desenvolvimento econômico, “sobretudo em torno do maior desafio que o próximo gestor terá de encarar, de reequilibrar as finanças e retomar o ritmo de crescimento da cidade”, como define o deputado do DEM.

“Iniciamos a partir de agora uma caminhada que, até o dia 16, ainda tem condições de agregar novas e representativas forças locais, todas até então exercendo o legítimo direito de pleitear mais espaços na vida política, mas que, esperamos, avaliem a dimensão do desafio a que estamos nos propondo e possam vir conosco, engrandecer esse projeto”, avaliou Barbosinha, que ainda espera atrair o PSD da vereadora Daniela Hall e o PSB do médico Davi Vieira, “parceiros importantes de grandes embates que já fizemos e figuras necessárias para somar ao enfrentamento que estamos nos propondo a partir de janeiro”.

Comentários do Facebook