Reprodução

De acordo com o levantamento, 8,4% consideram Bolsonaro inteligente, 3,7% acreditam que ele é “trabalhador” e 1,3% acham que ele cuida dos pobres

De acordo com pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira (22), a desaprovação ao desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro subiu de 43,2% em outubro para 51,4%. Já a avaliação positiva medida pelo instituto, que era de 52,0% no mesmo período caiu para 43,5%.

O instituto fez também levantamento sobre a avaliação positiva do governo de Bolsonaro, que em outubro era de 41,2% e caiu para 32,9%. Já a avaliação negativa, no mesmo período, foi de 27,2% para 35,5%. A avaliação regular se manteve estável. Em outubro era de 30,3% e foi para 30,2%.

O levantamento mostra também que 8,4% dos entrevistados consideram Bolsonaro inteligente, 3,7% o consideram trabalhador e apenas 1,3% acham que ele cuida dos pobres.

Já os principais defeitos do presidente são: mal-educado (20,1%), despreparado (17,6%), autoritário (16,6%), exagera na briga com a imprensa (16,0%), agressivo (10,9%), está preocupado apenas com a reeleição (3,2%), desonesto (3,1%).

Veja o levantamento completo aqui:cnt-mda-bolsonaroBaixar – (Da Revista Forum)

Comentários do Facebook