Desde 1968 - Ano 56

26.7 C
Dourados

Desde 1968 - Ano 56

InícioColunistaDança das Cadeiras, Café com política, Marçal Filho: o dono do 1º...

Dança das Cadeiras, Café com política, Marçal Filho: o dono do 1º Lugar, Tio Bubi

- Advertisement -

Mariana Rocha –

Dança das Cadeiras: em Dourados, uma situação muito pitoresca está acontecendo, uma espécie de dança das cadeiras entre Prefeitura e Câmara de Vereadores. Em menos de 20 dias a secretária de Assistência Social Daniela Hall (PSD) “foi e voltou” três vezes para a Câmara. Isso tudo porque seu suplente Odon Anderson Ebenritter conhecido como “Tio Bubi”, também do PSD, mostrou personalidade e independência dentro da Câmara e por isso, parece haver uma espécie “estratégia para neutralizar tio Bubi”. O produtor rural Tio Bubi denunciou o “grupo de Whatsapp da base”, um espaço onde boa parte dos vereadores eleitos pelo povo esperam “os comandos da administração” para votarem dentro das sessões. A estratégia parece ser a seguinte: a Prefeitura exonera Daniela para ir para as sessões como vereadora, depois, a readmite na Semas para inviabilizar Tio Bubi de ter seu mandato. Nessa “brincadeira de dança das cadeiras” a Câmara de Vereadores já ficou 10 dias sem que uma cadeira de vereança fosse ocupada, isso porque a presidência da Casa não respeitou a legislação própria que prevê “posse imediata” do suplente. Ontem, sexta-feira, a dança das cadeiras aconteceu novamente e Tio Bubi foi empossado vereador no início da tarde, no entanto, já foi avisado de que a patifaria vai continuar.

Regimento Interno: O regimento interno estabelece as regras e procedimentos para a condução das sessões legislativas, a elaboração e tramitação de projetos de lei, a votação de matérias, a formação de comissões, entre outros aspectos. Ao estabelecer regras claras para o funcionamento da Câmara, o regimento interno contribui para a transparência das atividades legislativas, permitindo que os cidadãos acompanhem e compreendam o processo decisório. Mas, nem tudo é o que deve ser. Em Dourados, parece que o regimento interno virou papel de pão e as conduções das “estratégias políticas” estão suplantando uma ferramenta importante para preservar a autonomia legislativa da Câmara de Vereadores. Será que pensam que ninguém vai “perceber”? Pois saibam que eu – e muita gente – percebemos.

Café com política: Uma iniciativa para aumentar os diálogos para as eleições 2024 está nascendo e é claro que tudo começou no berço dos debates políticos douradenses: na Padaria Pão Dourado. Ainda em fase embrionária, a ideia é tomar um café com pré-candidatos e pré-candidatas que disputarão as eleições de 2024 e transmitir o bate-papo ao vivo, pelas redes sociais. O projeto pretende convidar todos os veículos de imprensa de Dourados, para que possam alterar as entrevistas e dar maior pluralidade ao projeto. Eu já estou escalada e bastante animada para o Café com Política.

Marçal Filho – Uma nova pesquisa foi divulgada em Dourados e o radialista e advogado Marçal Filho aparece como o dono do 1º lugar. O pré-candidato à prefeitura de Dourados é muito querido por grande parte da população, principalmente da “Marcelino para baixo”. Agora, a expectativa é saber se até a primeira quinzena de março ele vai se filiar ao PSDB. O ninho tucano douradense, pela primeira vez, tem grandes chances de ganhar uma eleição e comandar a Prefeitura de Dourados. No entanto, nem tudo são rosas e dentro do partido, parlamentares já derrotados em eleições municipais, tentam inviabilizar a chegada de Marçal Filho, mas, esta faltando falar com o povo que, sem dúvidas, quer Marçal na disputa.

Tio Bubi: Odon Anderson Ebenritter é o nome do vereador suplente “Tio Bubi”, um homem do campo, morador do distrito de Guassu na Vila Macaúba, dedicado à família e à sua comunidade. Tio Bubi vem ganhando destaque dentro e fora da Câmara de Vereadores, até porque, uma postura independente e corajosa não é tão comum no palácio do jaguaribe (provisoriamente no Shopping Avenida Center). Casado com a Professora Ana Lúcia, os dois construíram grande respeito das pessoas, principalmente dos jovens e dos mais velhos que vêem neles, um exemplo de família com princípios. “Dia do Careca” foi uma tentativa de chamar a atenção da população para o que acontece dentro da casa legislativa e, parece que está dando certo. Em sua primeira eleição ele conquistou 399 votos e neste ano, certamente, vai superar este número. Fiquem ligados!

- Advertisement -

MAIS LIDAS

- Advertisement -
- Advertisement -