O Governo de Mato Grosso do Sul formalizou nesta semana contrato de R$ 12,7 milhões com empresa que venceu licitação para executar obra de pavimentação asfáltica em trecho da rodovia estadual João Totó Câmara, que dá acesso ao Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira, em Dourados.

Conforme o Extrato do Contrato n° 0162/2020/AGESUL, publicado na edição desta quarta-feira (16) do Diário Oficial do Estado, a Engepar Engenharia e Participações Ltda receberá R$ 12.787.713,49 pelo serviço.

Já o prazo de execução da obra é de 240 dias consecutivos, contados da data de recebimento da Ordem de Início dos Serviços, a ser expedida pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

A descrição do objeto prevê que sejam pavimentados 7,15 quilômetros de trecho entre a rodovia estadual MS-162 e a federal BR463/MS. Essa via é paralela à pista de pousos e decolagens do aeroporto de Dourados, e passa na frente dos campus de UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

Antes de licitar empresa para executar a pavimentação, o governo estadual contratou, em 2019, também através de procedimento licitatório, a Egetra Engenharia Ltda elaboração de projeto executivo de engenharia para a implantação e pavimentação da rodovia de acesso entre a MS-162 e a BR-463, com extensão aproximada de 6,600 quilômetros. Com um aditivo, o contrato totalizou R$ 209.426,82.

Essa rodovia estadual de acesso ao Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira foi nomeada João Totó da Câmara por força da Lei nº 5.418, de 22 de outubro de 2019, aprovada na AL-MS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) por proposição do deputado estadual Zé Teixeira (DEM) e sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na edição de 23 de outubro de 2019 do Diário Oficial do Estado.

João Totó da Câmara foi prefeito de Dourados por dois mandatos, de 1967 a 1970 e de 1974 e 1977. Falecido em março de 2012, João Totó Câmara já havia sido homenageado no município que governou. Em dezembro de 2015 a Câmara de Vereadores aprovou projeto do Poder Executivo para dar o nome do ex-prefeito à feira-livre construída na antiga Chácara Rigotti, na Vila Adelina Rigotti

Comentários do Facebook