O diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), Gustavo de Arruda Castelo, iniciou nesta terça-feira (28), a assinatura do Termo de Parceria com os 51 contemplados do Fundo de Investimentos Culturais (FIC), lançado em 2019. O valor total dos projetos é de R$ 5.109.811,00 (cinco milhões, cento e nove mil, oitocentos e onze reais). 

Devido à pandemia da Covid-19 e às restrições sanitárias impostas para conter a disseminação do vírus, os projetos selecionados tiveram que ser readequados, haja vista que a elaboração dos mesmos ocorreu num momento em que era permitida a aglomeração de pessoas.

Também ficou prejudicado devido à pandemia o cronograma dos processos necessários para conclusão do FIC/2019. “Infelizmente a pandemia prejudicou muito o setor cultural, como é o caso do calendário do FIC, que estava previsto para ser finalizado no ano passado. Muitas readequações precisaram ser feitas, mas agora tudo está encaminhado e os contemplados já podem iniciar a execução dos projetos”, disse o diretor-presidente da FCMS.

Para não haver aglomeração, a equipe do FIC estará chamando os selecionados para virem assinar os termos. Hoje, a assinatura foi feita por seis (06) contemplados, um (01) de cada segmento cultural. “Chamamos um autor de projeto, de cada segmento selecionado para não haver aglomeração”, explicou Castelo.

FIC 2019

Lançado no dia 12 de dezembro de 2019, durante a gestão da então diretora-presidente da FCMS e agora deputada estadual Mara Caseiro (PSDB), o edital do Fundo de Investimentos Culturais (FIC) teve como objetivo contemplar a produção cultural sul-mato-grossense, fomentando a criação e a difusão da arte, do conhecimento e do pertencimento. Foram contemplados 51 profissionais liberais, associações comunitárias e de classe, grupos culturais, estudantes e escritores com projetos aprovados e concretizados em forma de peças, livros, álbuns, exposições, intervenções artísticas, compra de instrumentos musicais ou trabalhos educacionais. Para ver a tabela dos projetos aprovados e que estarão sendo realizados a partir de agora, clique aqui.

Comentários do Facebook