Dourados - Foto: Marcos Pierry

José Henrique Marques –

O próximo prefeito de Dourados terá dificuldade de montar um secretariado de alto nível com a aprovação pelo Congresso do congelamento de salários dos servidores públicos municipais, estaduais e federais e dos membros dos três Poderes até dezembro de 2021. Aqui, os vencimentos do prefeito, vereadores e secretários estão defasados e recebem menos que todos os municípios da região – um dos mais baixos do País tratando-se de municípios de mais de 200 mil habitantes. Poucos empresários e profissionais liberais toparão deixar seus negócios para se sujeitar a ganhar (líquidos) cerca de R$ 7 mil por mês como secretário municipal e servir de telhado dos falsos arautos da moralidade. A rigor, é o tipo de negócio que interessa apenas aqueles com a vida feita, pretensões políticas à busca de visibilidade ou… De bons samaritanos o inferno está cheio. Antes do congelamento havia a expectativa de que uma reforma administrativa resolvesse esse gargalo.

Comentários do Facebook