No meio da tarde deste domingo (02) a Prefeitura de Dourados divulgou comunicado expondo a incompetência da atual administração em gerir a saúde pública município: a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) não tem médicos plantonistas para atender a população das 19 horas de hoje até às 07 horas desta segunda-feira (03).

De acordo com a Prefeitura, o cidadão que precisar de atendimento médico deverá procurar o Hospital da Vida, que está abarrotado de pacientes, inclusive com covid-19.

Na verdade, o remanejamento do atendimento ao Hospital da Vida foi articulado depois que a vereadora Lia Nogueira (PP), vice-presidente da Comissão de Saúde da Câmara, recebeu pela manhã a escala de plantões médicos. Ela observou o problema e aos vereadores Diogo Castilho (DEM) e Liandra Brambila (PTB), que também atuam no setor da saúde.

Coincidência ou não, depois que os vereadores anunciaram que irão na UPA no final desta tarde, a Prefeitura anunciou o remanejamento e divulgou de última hora o comunicado.

De acordo com Lia Nogueira, “para se tomar uma decisão dessa é preciso toda uma logística e nada disso foi feito”. Ela e Diogo Castilho (presidente da Comissão) estão acionando todos os órgãos competentes para salvaguardar os direitos dos cidadãos e punir eventuais responsáveis.

Como na semana passada, Lia Nogueira irá levar fardos de papel higiênico em falta na UPA há vários dias.

Comentários do Facebook