Ainda sem pistas, militares seguem na caça pelo paradeiro da mulher que estava com grupo de turistas

O Corpo de Bombeiros entrou no quinto dia de buscas para tentar localizar a turista Tânia Bonamigo, 62 anos, que desapareceu na cachoeira Los Pagos, em São Gabriel do Oeste, no último domingo (9).

A novidade é que os militares contam com reforço de helicópteros que estão sobrevoando as áreas da mata para tentar encontrar pistas que possam levar até a idosa.

O Major do Corpo de Bombeiros, Fábio Pereira de Lima explicou para o site Idest que além dos militares, especialistas em busca terrestre e salvamento em altura estão empenhados na operação. Eles estão somados a cães farejadores e drones.

Segundo o site TopMídiaNews a aeronave cedida faz parte da Casa Militar e foi ‘doado’ pelo Governo do Estado para a operação. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) é quem comandará o voo para tentar localizar Tânia.

Nas redes sociais, a mobilização é intensa para tentar encontrar a idosa que estava com um grupo de turistas e visitaram a área no último final de semana. Mas a mulher acabou se perdendo das outras pessoas após ter ficado por alguns minutos em outro local.

O temor é que devido as dificuldades, a mulher possa estar na mata fechada. Segundo o Major, o local ainda conta com trilhas estreitas, pedras escorregadias e risco de quedas no penhasco. Existe a possibilidade de presenças de onça na região.

Comentários do Facebook