Hospital da Vida de Dourados

A morte de um conhecido árbitro de futebol amador em Dourados virou caso de polícia nesta segunda-feira (13). Joneci Bira dos Santos, 51, o “Bira”, passou mal e procurou o Hospital da Vida nesta manhã, entretanto, teria ficado por quase duas horas dentro do carro, sem atendimento, por falta de maca e cadeira de rodas.

Segundo informações policiais, no mês de agosto, Bira sofreu um acidente onde foi atendido para tratar os ferimentos e encaminhado para se recuperar em casa. Já neste domingo (12) ele passou mal, com dificuldades para respirar e dores nas costas, quando equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada e após o atendimento informou que não havia a necessidade de leva-lo ao hospital.

Por volta das 6h20 de hoje ele foi ao Hospital da Vida para uma consulta de retorno, devido uma fratura ocorrida no acidente do último mês e, ao chegar lá, mais uma vez se sentiu mal, com os mesmos sintomas do dia anterior.

Conforme informações da esposa de Bira, foi informado que ele não poderia ser atendido no momento, pois não haveria cadeira de rodas e maca disponíveis, ele então teria aguardado atendimento dentro de seu carro até às 8h20, quando conseguiu entrar no local.

Mais tarde, por volta das 11h20, foi informado à família o óbito do senhor Joneci.

A família procurou a polícia e o caso foi registrado como morte a esclarecer.

O Dourados News fez contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Dourados, que disse que as informações não procedem.

“Não procede a informação de falta de maca e cadeira de rodas! O paciente ficou aguardando dentro do carro das 6h20 até às 8h30 por opção dele e não informou a recepção do hospital. Quando a acompanhante às 8h30 foi até a recepção solicitar o atendimento, ele foi imediatamente atendido pelo hospital”, informou.

O caso segue em investigação.

Joneci Bira dos Santos. Árbitro faleceu nesta manhã.
Comentários do Facebook