Desde 1968 - Ano 56

26.7 C
Dourados

Desde 1968 - Ano 56

InícioColunistaAndré Puccinelli, Fraude em Licitações, 101.9, Roda Gigante

André Puccinelli, Fraude em Licitações, 101.9, Roda Gigante

- Advertisement -

Mariana Rocha –

André Puccinelli – O ex-governador de Mato Grosso do Sul e ex-prefeito da Capital do Estado André Puccinelli (MDB) esteve no programa de rádio Noticidade do dia 29 de novembro e foi entrevistado pelo carismático jornalista Rodrigo Nascimento (Rodrigão). O tradicional político falou de sua pré-candidatura a prefeito de Campo Grande, comentou o mau desempenho de Capitão Contar (PRTB) nos debates durante o segundo turno das eleições de 2022 e pontuou que se ele fosse para o segundo turno com Eduardo Ridel (PSDB) provavelmente, o resultado das eleições seria outro. Médico de formação e um político muito comunicativo, ao ser indagado sobre a situação da Prefeitura de Dourados, Puccinelli disse que em sua análise, o deputado Renato Câmara (MDB) deixou passar sua oportunidade de ser prefeito ao se ausentar do pleito eleitoral de 2020, quando a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul elegeu Alan Guedes (PP) para chefe do Executivo. Ele ainda falou sobre a distância que têm do PT em razão das várias eleições que disputou e ganhou em cima da sigla, mas frisou que tem disposição para compor com todo e qualquer partido que se dispor a construir projetos consistentes para as prefeituras de Mato Grosso do Sul em 2024.

Fraude em Licitações – Sai ano e entra ano e as fraudes em licitações continuam a estourar escândalos dentro de governos e não foi diferente para o novato Eduardo Riedel (PSDB) que sentou na cadeira de governador em 2023 e agora, em novembro, viu estourar o primeiro bafão envolvendo membros nomeados em seu governo, oriundos de gestões anteriores. Oito mandados de prisão foram expedidos por meio da Operação Turn Off no dia 29 de novembro e a partir deles foram presos: Edio Castro, secretário-adjunto da SED (Secretaria Estadual de Educação), Paulo Andrade, servidor da Apae-MS, Andreia Cristina e Simone Oliveira Ramirez, servidoras da Contratação da SED e do Pregão da SAD. Outro nome envolvido é o de Thiago Mishima, assessor parlamentar do deputado federal Geraldo Resende, ex-secretário de Saúde de Mato Grosso do Sul, também está entre os presos em operação deflagrada pelo Gaeco. O Ministério Publico afirmou que o grupo criminoso atuava fraudando licitações públicas destacando-se a aquisição de aparelhos de ar-condicionado pela SED, a locação de equipamentos médicos hospitalares e elaboração de laudos pela SES e a aquisição de materiais e produtos hospitalares para pacientes da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Campo Grande.

101.9 – Aos queridos leitores da Coluna Radar MS, foi possível notar uma certa ausência de publicações nos últimos dias. Isso se deu em virtude de uma oportunidade que me foi dada dentro dos estúdios da Rádio FM Cidade (101,9). Desde o dia 6 de novembro tenho me dedicado à programação da emissora, com conteúdos jornalísticos e de entretenimento. Confesso a vocês que o rádio é simplesmente encantador e espero que eu tenha outras oportunidades para desbravar meu potencial como radialista. Por hora, cabe agradecer as centenas de ouvintes e amigos que não só me apoiam como prestigiam meu trabalho, tecendo elogios que me dão cada vez mais força. O rádio está vivo e uma nova leva de comunicadores está vindo aí, não tenham dúvidas.


Roda Gigante – O vereador Fábio Luis (Republicanos) acionou o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA/MS) e o Corpo de Bombeiros para investigarem as instalações da roda gigante, principal atração da festa Dourados Brilha 2023. Inclusive, o CREA passou por eleições recentemente e reconduziu a engenheira agrimensora Vânia Abreu de Mello, com 60,80% ao posto de presidente do CREA-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul) para o mandato de 2024-2026. Sobre a roda gigante, a segurança do brinquedo foi contestada pelo vereador. O principal ponto de preocupação levantado pelo parlamentar é a aparente fragilidade da base da estrutura, que se sustenta sobre uma pilha de tábuas. A roda gigante possui 16 metros de altura e foi trazida do Paraná para ser uma atração fixa da festa. Em um comunicado publicado no site da Prefeitura de Dourados a assessoria afirma que a segurança da instalação esta atestada pelo engenheiro Nelson Nogueira Quelho.

(Matéria atualizada às 10:00 para correção de informação)

- Advertisement -

MAIS LIDAS

- Advertisement -
- Advertisement -