O site de Maracaju com mídia da Prefeitura de Dourados

José Henrique Marques –  

Suspeito de chefiar uma organização criminosa que teria desviado algo em torno de R$ 1 milhão dos cofres públicos quando presidiu a Câmara Municipal de Dourados, em 2019 e 2020, o prefeito de Dourados Alan Guedes (PP) é mesmo um sujeito destemido. Ignorando que seja alvo de investigação do Ministério Público na tal “farra da publicidade”, ele, desde que assumiu o mandato na Prefeitura, vem despejando milhares de reais num site de Maracaju, que, por coincidência ou não, entrou no ar em março passado. E o que é pior: não dá a transparência preconizada pela legislação para esses e outros gastos com comunicação. Mas, cá entre nós, o que justificaria a Prefeitura de Dourados veicular mídia sobre o Refis num site com traço de acesso na Terra de Antonio João? Será que em Maracaju moram muitos empresários douradenses devedores de tributos municipais? Não tem explicação lógica. Se ele quer ajudar alguém daqui e de lá, que faça com recursos próprios ou de sua família, e não com o dinheiro do povo de Dourados já penalizado por uma administração incapaz de iluminar, limpar e tampar buracos das ruas e avenidas, de suprir com medicamentos as farmácias públicas, de pagar em dia e respeitar os direitos trabalhistas dos funcionários da UPA e do Hospital da Vida. É, contudo, “competente” para torrar dinheiro público (sem isonomia) com analfabetos, puxa-sacos, venais, desempregados e outras figuras carimbadas que vivem mamando na teta pública através de sites de ocasião. Alan Guedes, tenha coragem, venha a público e justifique esse gasto. Ah, aproveite e revele também quem está por trás disto. O povo quer saber. Saiba que uma hora a verdade virá à tona.

Comentários do Facebook