20/04/2018 22h46

MP abre inquérito para investigar Geraldo Alckmin

Por: Carlos Augusto Fernandes
 

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) abriu inquérito contra o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) por suposto crime de improbidade administrativa.

Pré-candidato à Presidência, Alckmin teria sido beneficiado em R$ 10,5 milhões por meio de caixa dois e usado o valor para as campanhas ao governo paulista, nos anos de 2010 e 2014. Alckmin foi citado nas delações de três executivos da Odebrecht investigados na Lava Jato.

Também serão investigados Adhemar César Ribeiro, que é cunhado de Alckmin, e o secretário Marcos Monteiro (Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação), codinome ‘Salsicha’ ou ‘M&M’, por suspeita de participarem no esquema. Eles teriam intermediado os repasses fazendo contatos com os executivos da empreiteira.

Casos de improbidade podem ser punidos com multa, suspensão dos direitos políticos, inelegilidade e perda do cargo/emprego/função pública.

Até o momento, o presidenciável ainda não se manifestou sobre o caso.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso