12/01/2019 07h28

Pai que matou filho é assassinado a facadas em briga de bar, em MS

Por: Folha de Dourados
 
 
Dia em que Durval matou o filho em casa (Foto: Via Whats App) Dia em que Durval matou o filho em casa (Foto: Via Whats App)

Durval Morales Gois, 63 anos, preso no dia 2 de dezembro por matar o próprio filho, Roger Augusto Pereira Gois, 38, foi assassinado na manhã da última quarta-feira (09) em um bar na Vila Santo Eugênio em Campo Grande.

O suspeito de matar Durval, um servente de pedreiro de 38 anos apresentou-se na Quarta Delegacia nesta sexta-feira (11). De acordo com o advogado Amilton Ferreira Almeida, a Polícia Civil estava prestes a pedir a prisão preventiva do servente, porém, como ele se apresentou, irá responder em liberdade. Ele entregou à polícia a faca utilizada no crime.

O servente de pedreiro alega que matou Durval por achar que ele estava armado. Segundo o servente, Durval teria ofendido pessoas no local antes de ser morto com cinco facadas.

O autor conta que chegou por volta das 6h20, sentou-se em uma mesa e pediu um conhaque. Já Durval chegou por volta das 8h, sentou-se em uma mesa ao lado, e começou a beber cachaça e depois cerveja.

Durval então teria começado a xingar as pessoas no local, quando o servente pediu para que ele respeitasse as pessoas que ali estavam. "Olha, eu já matei um, e pra matar outro é daqui pra ali", disse Durval, segundo o servente.

Depois, Durval teria colocado a mão na cintura, fazendo menção de estar armado. Neste momento, o servente então deu aproximadamente cinco facadas no idoso na região do tórax. O autor conta que fugiu após o esfaqueamento. Durval foi socorrido, porém não resistiu e veio a óbito.

Pai mata filho

Preso no último dia 2, Durval disse na época que matou o filho pelo fato de que era agredido frequentemente por Roger Augusto Pereira Gois. O crime aconteceu na casa onde pai e filho moravam, na Rua Major Gumercindo Bruno Borges, no bairro Vila Albuquerque.

Após matar o filho com cinco golpes de punhal, Durval ficou sentado em uma cadeira até chegada dos policiais. Ele disse que era agredido pelo filho que fazia uso de drogas e bebida alcoólica. Roger foi atendido pelo Corpo de Bombeiros mas não resistiu e morreu.(Mídia Max)

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso