18/12/2018 15h05

Deputados aprovam reforma administrativa e mais 22 projetos

Por: Folha de Dourados
 

Os deputados aprovaram a reforma administrativa do governo estadual e mais 22 projetos na sessão desta terça-feira (18), antepenúltima do ano. Dentro deste pacote ainda aparece as novas "faixas salariais" dos servidores comissionados, além de votação em definitivo do orçamento para 2019.

A reforma administrativa vai excluir a Secretaria Estadual de Cultura e Cidadania, que irá voltar a ser fundação (cultura), ficando dentro da estrutura da Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica), sob o comando de Eduardo Riedel.

As subsecretarias que fazem parte desta pasta, como a das Mulheres, Promoção da Igualdade Racial; População Indígena; Juventude; e LGBT, também passarão a integrar a Segov, junto com as novas (subsecretarias) para os idosos, pessoas com deficiência e de assuntos comunitários.

Faixas – Também foi aprovado as mudanças nas faixas salariais dos servidores comissionados, que hoje são apenas sete e vão passar para 13, além de pagamento diferenciado aos secretários estaduais e administração superior (assessoramento ou secretários especiais).

A intenção segundo o governo é diminuir a diferença entre os vencimentos, no entanto alega que não vai aumentar os custos mensais, que variam em torno de R$ 11 milhões (comissionados).

Os valores das faixas salarias variam entre R$ 1,2 mil e R$ 20 mil, levando em conta que também se prevê o pagamento de representação abaixo do DCA-2, em percentuais que vão de 60% a 100% do rendimento.

Orçamento – Os deputados também aprovaram, em segunda votação, a peça orçamentária que prevê receita de R$ 15,048 bilhões para 2019, o que representa um crescimento de 3,6% da recei-ta do Estado, em comparação com o ano anterior. Assim como a 3° revisão do PPA (Plano Pluria-nual) referente ao período de 2016 a 2019 e o balanço geral do governo de 2017.

Previdência – Entrou no pacote a previdência complementar, para que os novos servidores que receberem acima do teto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), atualmente em R$ 5.645,80, poderão optar esta adesão, para que possam receber o mesmo salário, quando se aposentarem.

Salários – Também entrou de última hora os projetos que reajustam em 16,38% nos salários do governador, do vice e dos secretários do Estado. Com isso, o vencimento de Reinaldo Azambuja (PSDB) vai a R$ 35.462,27, e do vice e secretários para R$ 28.369,82 mensais. Já os deputados estaduais vincularam os vencimentos (deputados) aos federais. Se aumentar em Brasília, eles vão receber 75% destes valores.

Programas – Tiveram segunda votação os projetos que ampliam por mais um ano o programa "Morar Legal", para recuperação de dívidas com Agehab (Agência Estadual de Habitação). Abre novo prazo de adesão para o Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e Equilíbrio Fiscal do Estado), assim como adicional de 15% para professores que trabalham em sala de aula, no programa "Escola de Autoria", que comporta as unidades de educação integral.

Lista dos projetos aprovados:

  1. Nova adesão de empresas ao Fadefe

  2. Mudança nas faixas salariais dos comissionados

  3. Ampliação por mais um ano do programa "Morar Legal"

  4. Muda cargos e carreiras de servidores do SUS

  5. Balanço geral do Estado de 2017

  6. Concede título de cidadão sul-mato-grossense

  7. Transforma cargos do Poder Judiciário

  8. Dispõe sobre a reorganização na sede da Comarca de Rio Brilhante

  9. Modifica regras para matérias escolares em MS

  10. Disciplina exploração de florestas e demais formas de vegetação nativa

  11. Estipula adicional de 15% a professores de escolas integrais

  12. Poder Judiciário estipula regras do código de divisão

  13. Permite ao governador indicação de procurador em Brasília

  14. Reorganiza a estrutura administrativa do governo estadual

  15. Permite pagamento de taxas nos cartórios com cartão de crédito

  16. Autoriza a criação da previdência complementar

  17. Terceira revisão do Plano Plurianual (2016-2019)

  18. Projeto de orçamento de 2019, com 158 emendas

  19. Declara de utilidade pública a Associação de Ciclistas de Rio Brilhante

  20. Modifica regras da Corregedoria e Secretaria de Fazenda

  21. Muda cargos de pessoal de gestão do Detran-MS

  22. Concede reajuste no salário do governador e secretários estaduais

  23. Vincula reajuste dos deputados estaduais aos (deputados) federais

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso