10/11/2017 17h27

Beneficiado com licença ilegal para desmatar Pantanal, pecuarista emitiu R$ 7,6 millhões em notas a Reinaldo

Por: Folha de Dourados
 
 
Élvio Rodrigues e Sônia Oliveira foram alvo de ação do MPE (Foto: Coluna Social Fernando Soares) Élvio Rodrigues e Sônia Oliveira foram alvo de ação do MPE (Foto: Coluna Social Fernando Soares)

Edivaldo Bitencout, do blog O Jacaré

O Governo estadual concedeu licença ilegal para desmatar 20,5 mil hectares no Pantanal ao pecuarista Élvio Rodrigues, que é citado na delação premiada da JBS, homologada em maio deste ano pelo Supremo Tribunal Federal. Ele é acusado de emitir R$ 7,6 milhões em notas fiscais frias para "esquentar" o pagamento de propinas ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

No dia 24 de outubro passado, a Justiça concedeu liminar para anular a autorização ambiental 232/2017, do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). O órgão estadual ignorou o Código Florestal, a Lei Estadual 3.839/2009 (do Zoneamento Ecológico Econômico), a Lei Federal 6.938/1981 e a Resolução 303 do Conselho Nacional de Meio Ambiente.

O Ministério Público Estadual constatou várias irregularidades no termo de referência, a falta de estudo in loco sobre o impacto ambiental do desmatamento, a ausência de coleta de água dos rios e córregos e de levantamento sobre plantas aquáticas.

A decisão do Imasul de autorizar o desmatamento de 20.526 hectares da Fazenda Santa Mônica causaria danos sem precedentes ao Pantanal de Paiguás, onde fica a propriedade. De acordo com a denúncia, poderia causar atropelamento e afugentamento de animais silvestres, alteração na qualidade do ar, contaminação do solo, incêndios, perda do banco de sementes, formação de processo erosivo e extinção de espécies vegetais e animais.

Os donos da propriedade contemplada com a licença ilegal são os produtores rurais Élvio Rodrigues e Sônia Fernandes.

A ligação do pecuarista com o governador Reinaldo Azambuja é antiga e remonta desde a época em que foi prefeito de Maracaju, quando nomeou Élvio compor a equipe na prefeitura.

De acordo com a delação da JBS, dos R$ 38,4 milhões pagos em propina ao tucano, R$ 28,4 milhões foram repassados por meio de notas fiscais frias.

Élvio foi o segundo maior emissor de documentos para "legalizar" o repasse de vantagens indevidas, só inferior ao montante emitido pelo frigorífico Buriti Comércio de Carnes, R$ 12,9 milhões.

O pecuarista emitiu R$ 7.682.566,20 em notas frias. Este valor representa metade dos R$ 15,497 milhões emitidos pelos produtores rurais no esquema da JBS. O pecuarista teria emitido as notas entre os dias 17 de agosto e 19 de dezembro do ano passado.

Auditoria da Superintendência Federal de Agricultura e Pecuária constatou que as notas apontadas pela JBS são frias, porque não houve a entrega do gado apontado nas unidades do grupo em Campo Grande.

A emissão das notas por Élvio Rodrigues ocorreu no mesmo período em que tramitou o processo de licenciamento para desmatar os 20 mil hectares no Pantanal.

Além de anular a licença, o MPE pede que a Justiça determine que o pecuarista apresente o projeto de recuperação da área degradada em 30 dias e o execute no período de um ano.

Élvio Rodrigues e Sônia Oliveira foram alvo de ação do MPE (Foto: Coluna Social Fernando Soares) O mais grave, segundo a promotora Ana Rachel Borges de Figueiredo Nina, é que o desmatamento vai atingir as cordilheiras, áreas mais altas e que servem de abrigo para animais silvestres e o rebanho bovino durante o período de alagamento. O desmatamento também poderá proliferar os incêndios ambientais.

Maior planície alagada do mundo, o Pantanal sofre os efeitos do desmatamento e da falta de conservação.

A maior tragédia enfrentada pela região é o assoreamento do Rio Taquari, que vem causando o alagamento de milhões de hectares.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso