07/11/2018 06h00

UBSs abrem até às 17 horas; mas três unidades até às 22h em Dourados

Por: Folha de Dourados
 
 

Projeto foi enviado pela administração à Câmara, aprovado e a prefeita Délia sancionou a lei para resolver a situação

As Unidades Básicas de Saúde da Seleta, no Jardim Flórida I, do Jardim Santo André e da Vila Rosa retomam a partir desta terça-feira (6) o atendimento normal das 7h às 11h e das 13h às 17h. a comunicação foi feita pela Secretaria Municipal de Saúde, que informou também que as unidades da Seleta, do Parque das Nações II e de Vila Vargas seguem atendendo até 22h.

Em relação à retomada do atendimento na parte da tarde, a medida foi possível graças à sanção assinada pela prefeita Délia Razuk da Lei Complementar nº 357, de 29 de outubro de 2018, publicada no Diário Oficial de segunda-feira (5), que altera dispositivos na Lei Complementar nº 310, de 29 de março de 2016, sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração de servidores da Prefeitura Municipal de Dourados.

As unidades não funcionavam na parte da tarde porque os profissionais das UBSs não tinha gratificação prevista na lei do PCCR. A LC foi encaminhada pelo Executivo municipal e aprovada na Câmara de Vereadores.

Com a publicação da LC 357, a Prefeitura de Dourados coloca todas as unidades de saúde do município com atendimento normal das 7h às 11h e das 13h às 17h.

O secretário de Saúde, Renato Vidigal, destacou a conquista e a busca da prefeita em cumprir com a Lei. "Havia uma alteração que deveria ser feita e o nosso projeto foi enviado para a Câmara e foi aprovado, com segurança e legalidade. Era um anseio da nossa Secretaria e da população. Não queríamos que ficasse este atendimento até às 13h e corremos para regularizar. É uma visão da gestão que temos que destacar", disse Vidigal.

A normatização do horário de funcionamento das três principais unidades de atendimento obedece ao índice prudencial da folha de pagamento e à lei do PCCR que não previa pagamento de gratificação aos funcionários destas unidades, apenas das unidades de Estratégia de Saúde da Família.

Segundo Vagner Costa, secretário-adjunto de Saúde, a atitude é elogiável porque altera a Lei Complementar 310, que estabelecia um plano de cargos e carreiras excluindo uma parcela de profissionais. "A prefeita demonstra o respeito com todos, mas sem passar por cima de nenhuma determinação, de nenhuma regra. Foram feitos os estudos e agora a população recebe de volta o atendimento", destacou.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso