06/12/2018 10h30

Dourados: vereador preso pode ser eleito presidente da Câmara amanhã

Por: Folha de Dourados
 
 
Os vereadores Sergio Nogueira, Daniela Hall e Lia Nogueira em entrevista coletiva nesta manhã (Foto: João Pires/Estado Notícias) Os vereadores Sergio Nogueira, Daniela Hall e Lia Nogueira em entrevista coletiva nesta manhã (Foto: João Pires/Estado Notícias)

A prisão de três vereadores na tarde de ontem (05) acusados de fraudar licitações para o recebimento de propina pode provocar algo inusitado no Poder Legislativo de Dourados: a eleição de um presidente encarcerado. Pedro Pepa (DEM), atual primeiro-secretário da Mesa Diretora é um dos candidatos a presidente em eleição marcada para amanhã (07), às 14 horas. Seu opositor é Alan Guedes, também do Democratas.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa na manhã desta quinta-feira (06) sobre a prisão de Pepa, Idenor Machado (PSDB) e Cirilo Ramão (MDB), a presidente da Câmara, vereadora Daniela Hall (PSD) explicou que, apesar da gravidades da acusação, os três vereadores somente poderão ser afastados pelo Poder Legislativo após 30 dias do fato, segundo o que preconiza a legislação.

Daniela Hall também confirmou a realização da eleição da Mesa Diretora da Câmara para o biênio 2019-2020 por não haver impedimento legal, já que os demais 16 vereadores estão aptos para votar. Pepa, Idenor e Cirilo poderão ser votados, mas não votar por razões obvias.

Na chapa de Pepa estão Júnior Rodrigues (PR) como vice-presidente, Silas Zanata (PPS) como 1º secretário e Cirilo Ramão (MDB) como 2º secretário.

Projeções de vereadores é que, neste caso, haverá empate em 8 a 8 e o atual regimento interno da Câmara não prevê regras para o desempate, restando então a opção de sucessivas eleições até o desempate.

Daniela Hall somente poderá convocar os suplentes de Pepa e Idenor - Maurício Lemes e Toninho Cruz, ambos do PSB – e o de Cirilo – Dirceu Longhi (PT) se o afastamento for determinado pela Justiça até amanhã. Nessa hipótese, ainda assim haverá um impasse, já que Dirceu também foi preso.

Depois da entrevista coletiva foi aventada por jornalistas e advogados a possibilidade da Justiça também impedir a convocação de Dirceu Longhi, que seria substituído pelo segundo suplente da coligação Marcelo Mourão, do PRP.

Por outro lado, no final da manhã a chapa encabeçada por Pepa protocolou a substituição dele pelo vereador Alberto Alves dos Santos (PR) como candidato a presidente e a substituição de Ramão Cirilo por Jânio Miguel.

O pedido foi encaminhado para o departamento jurídico da Câmara, mas segundo informações não há prazo legal para isso e a chapa deve concorrer mesmo com Pedro Pepa como candidato a presidente.

Nesta manhã, os três vereadores, o suplente o ex-servidor da Câmara, Amilton Salinas - todos presos na Operação Cifra Negra do Ministério Público Estadua - foram transferidos da carceragem do 1º DP para a Penitenciária Estadual de Dourados – PED. A prisão deles é preventiva, ou seja, sem prazo de soltura.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso