10/07/2017 07h12

Tempestade Perfeita se formando

Por: Folha de Dourados
 
 
Waldir Guerra Waldir Guerra

(*) Waldir Guerra

A denúncia apresentada pelo procurador Rodrigo Janot na semana passada contra o presidente Michel Temer acabou balançando ainda mais a sustentação do presidente no cargo. Tudo indica que está se formando uma Tempestade Perfeita no atual governo.

Digo isso porque parece que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi picado pela mosca azul e encolheu a defesa que vinha fazendo a favor de Michel Temer. Como sucessor direto que é do presidente, caso aceita a denúncia contra Michel Temer, Rodrigo Maia irá substitui-lo por seis meses e imagino que este é o desejo do atual presidente da Câmara dos Deputados.

A seu favor Michel Temer terá possivelmente ainda nesta semana a aprovação da Reforma da CLT e deverá usar essa conquista para fortalecer sua permanência no governo. Isso lhe reforçará o discurso de que somente ele seria capaz de aprovar a Reforma da Previdência – hoje extremamente necessária.

Também lhe dará mais ânimo para ter os votos necessários na CCJ, Comissão de Constituição e Justiça, da Câmara dos Deputados que irá apreciar a acusação que lhe move o MPF. A vitória na CCJ não é decisiva, mas serve para influenciar a votação final que será feita no Plenário da Câmara.

Não acredito que Michel Temer seja afastado pelo plenário da Câmara dos Deputados porque são apenas 175 votos, dos 513 deputados, que ele precisa. Porém, não dá para subestimar alguns perigos que se evidenciam. O primeiro deles é a força da oposição. Afinal, ninguém desconhece a capacidade da militância do PT pela busca de um comando político; ainda mais agora que se trata de dar o troco a Michel Temer.

Que a oposição, agora representada pelo PT, PSOL e etc. prefiram Rodrigo Maia a Michel Temer governando até as próximas eleições é compreensível, pois com isso a Reforma da Previdência fica do jeito que eles preferem. Ou até nem fica e assim o país mergulha na esculhambação em que se encontra o Rio de Janeiro: sem conseguir pagar suas contas e sem condições de implementar obra alguma. Esse "quanto pior, melhor" serve apenas para manter aquele discurso demagógico, mas isso incomoda o esforço para consertar a economia.

Depois, ainda precisa considerar que dois partidos leais ao presidente Temer tendem a se afastar dele. Me refiro ao PSDB que parece vai mesmo desembarcar deste governo; pelo menos é o que sinaliza seu atual presidente, Tasso Jereissati. Outro partido, o DEM, partido do presidente da Câmara dos Deputados, se afastaria mesmo. E por que não? Afinal, parece que somente assim os democratas teriam um presidente governando o país.

Apesar de demonstrar certa insegurança até mesmo na sua postura física, o deputado federal Rodrigo Maia tem a orientá-lo o sogro, Wellington Moreira Franco que está ao lado do presidente Temer. Foi de lá que saiu a indicação de seu nome para presidir a Câmara dos Deputados. Tem mais: seu pai, Cesar Maia, ex-governador do Rio de Janeiro que de bobo não tem nada, quer ser senador e com um filho presidente do Brasil, essa luta ficaria bem mais fácil.

Pois é, apesar de Rodrigo Maia nem de longe ter a experiencia de Michel Temer para completar este pouco mais de ano para as próximas eleições, mesmo assim, parece que está se formando uma Tempestade Perfeita em seu favor. Tempestade Perfeita é quando qualquer evento em que uma situação fica drasticamente agravada em decorrência de uma combinação excepcionalmente rara de circunstancias.

(*) Membro da Academia Douradense de Letras; foi vereador, secretário do Estado e deputado federal. (wguerra@terra.com.br)

 


Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso