19/01/2017 07h09

Rumo ao Interior

Por: Folha de Dourados
 
Claudeir Mata Claudeir Mata

(*) Claudeir Mata

Em março de 2016, o Instituto CCR lançou um Edital em busca de Projetos Culturais para patrocinar em 2017. A convocação pública ofereceu patrocínio, por meio de Lei Rouanet, na ordem de R$ 2 milhões.

O Instituto é uma entidade sem fins lucrativos, criada pelo Grupo CCR - uma das maiores companhias de concessões em infraestrutura da América Latina -, para estruturar a gestão de projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos apoiados pela empresa.

Para alegria de uns, mas tristeza de outros, o Edital apresentou uma nova complexidade para quem faz cultura e precisa de patrocinadores: não poderiam participar produtores sediados nas capitais do País. Foi a primeira experiência do gênero no Brasil.

O objetivo foi evidenciado o desde o começo: a convocação visava promover a produção cultural descentralizada, fomentando a criação artística local ou regional, movimentando a economia criativa nos municípios servidos pelas Unidades de Negócio do Grupo, entre elas a CCR MSVia, que administra a BR-163/MS.

Pois dezenas de produtores de vários Estados brasileiros se inscreveram. Muitos deles eram produtores do Mato Grosso do Sul, aliás. Mas apenas 17 projetos culturais foram escolhidos pela comissão de seleção, com base na adequação das propostas às regras do Edital e à luz do rateio do valor disponível.

Esses projetos aprovados serão executados a partir de cidades do Interior dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais. Infelizmente, os produtores sul-mato-grossenses ficaram de fora desta vez, pois todos os projetos da região foram inscritos por produtores da Capital.

Nunca é demais destacar que no ano que vem outro Edital virá. Há tempo para os produtores do interior de MS se organizarem para conquistar suas oportunidades junto ao Instituto CCR.

Vale conhecer os projetos que foram selecionados.

Teatro: Mostra Ação Cênica, de Confins (MG); Incubadora de Grupos Teatrais, de Tatuí (SP) e Usina cênica, de Botucatu (SP); Era Outra Vez, de Campinas (SP).

Preservação: Restauração do Casarão Cultura de Arrozal, distrito de Piraí (RJ) e Douradinho em Casa, de Barra Mansa (RJ);

Música: Orquestra Sinfônica Aprendiz, de Niterói (RJ); Música e Cidadania, de Mairinque (SP) e Ninho Musical, de Santa Barbara D'Oeste (SP).

Atividades Culturais Diversas: Livro Diagnóstico Cultural, de Apucarana (PR); Instituto Padre Haroldo, de Campinas (SP); Espaço Cultural ACESA, de Valinhos (SP); Um Reino sem Dengue, de Campinas (SP); Melodias de um Sonho, de Campinas (SP); Asas de um Sonho, de Campinas (SP); Dom Quixote entre Cartas, de Itu (SP); Festival Cultural Conexão Social, de Campinas (SP);

Mais detalhes de cada um dos projetos e dos produtores selecionados estão disponíveis no site do Instituto CCR www.institutoccr.com.br/editais

Fazemos votos para que os projetos escolhidos rendam bons frutos e levem alegria, lazer e conhecimento às cidades que margeiam as unidades do Grupo CCR.

A iniciativa do Instituto CCR inicia uma tendência que deve crescer a partir do próximo ano: a interiorização dos investimentos culturais.

Tomara que o próximo Edital do Instituto CCR possa contemplar produtores culturais do Interior de Mato Grosso do Sul, Estado rico em diversidade e qualidade de projetos.

(*) É engenheiro e responsável pela área de Relações Institucionais da CCR MSVia, que responde pelos projetos sociais da empresa, entre outras atividades.

Seja o primeiro a comentar!

Envie seu Comentário!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 
 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos e Baladas

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso

 

Avenida Marcelino Pires, 1740

Edifício June – 6º andar – Sala 61

CEP – 79 801-002

Dourados-MS

Tel. (67) 3020-6674