11/01/2019 17h38

China fará nova redução de impostos e encargos para empresas para estimular crescimento, diz ministro

 

(Reuters) - A China vai cortar impostos e encargos de empresas ainda este ano para apoiar o crescimento econômico, disse o ministro das Finanças, Liu Kun, em uma entrevista à televisão estatal divulgada nesta sexta-feira.

Autoridades chinesas prometeram reduções mais agressivas em 2019, depois de terem cortado cerca de 1,3 trilhão de iuanes (192,82 bilhões de dólares) em impostos e encargos no ano passado.

"Vamos aumentar os novos cortes de impostos e encargos este ano na base (do ano passado) para reduzir o fardo das empresas, estimular a vitalidade das companhias e promover o crescimento econômico", disse Liu, acrescentando que o imposto sobre valor agregado (VAT, na sigla em inglês) passará por uma reforma.

Pessoas familiarizadas com as políticas econômicas já esperavam que o governo reduziria o VTA, que varia de 6 por cento para o setor de serviços a 16 por cento para as indústrias.

Os cortes de impostos para empresas pequenas e privadas desde 9 de janeiro reduzirão seus custos em 200 bilhões de iuanes por ano, disse ele.

Liu também disse que o governo estuda um plano para reduzir as taxas de seguridade social para reduzir o ônus sobre as pequenas empresas. Ele disse que a política fiscal proativa da China vai enviar um sinal claro para as empresas.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso