12/01/2018 18h00

Chile vive onda de protestos contra visita do papa Francisco

Por: ANSA
 

Ao menos três igrejas católicas foram atacadas durante a madrugada desta sexta-feira (12), em Santiago, no Chile, dias antes da visita do papa Francisco ao país.

As igrejas foram depredadas com explosivos e tiveram suas portas e fachadas quebradas. Foram usadas bombas artesanais, que provocaram explosões nos locais. Os agressores também distribuíram panfletos contra a visita do Papa, que estará no Chile entre os dias 15 e 18 de janeiro, e depois seguirá viagem para o Peru até o dia 22.

A primeira igreja atacada foi a de "Santa Isabel de Hungria", em Estación Central. Depois, foi a paróquia "Emmanuel", em Recoleta. A "Capela Cristo Vencedor" foi a última a ser danificada.

Também hoje, um grupo de manifestantes liderado pela ex-candidata à Presidência Roxana Miranda invadiu a sede da nunciatura de Santiago, em protesto contra a viagem do papa Francisco ao país. "O problema não é a fé, mas sim, os milhões que são gastos com a fé", disse Miranda, que foi candidata em 2013 pelo Partido Igualdade. No Twitter, ela criticou que o dinheiro público seja usado para a visita papal. "O dinheiro do fisco vai para Francisco, postou, junto com um vídeo da invasão. "Em uma democracia, podemos nos expressar, desde que de maneira pacífica e adequada", disse a presidente Michelle Bachelet, criticando os protestos e chamando-os de "estranhos".

O presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera, também condenou os atos. "O ódio e a intolerância não podem se sobrepor ao respeito pelo Estado de Direito. Vamos receber o papa Francisco com alegria e paz".

O Chile prepara uma das maiores operações policiais de sua história para escoltar Jorge Mario Bergoglio. Serão utilizados carros, motos, câmeras aéreas, drones, helicópteros e agentes a pé. Estão previstos 18 mil funcionários de segurança, sendo 9,5 mil somente em Santiago.

Francisco, que estudou no Chile, e visitou o Peru como jesuíta, volta ao seu continente natal, a América Latina, outra vez, após passagem pelo Brasil (2013); Equador, Bolívia e Paraguai (2015); México (2016); e Colômbia (2017).

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso